«

»

mar 07

Imprimir Post

"Ascânio é tragicômico como eu e como todo ser humano", diz Tonico Pereira

Confira as principais fofocas globais, "Ascânio é tragicômico como eu e como todo ser humano", diz Tonico Pereira veja todos os detalhes aqui.

  • Pedro Curi/TV Globo

    Tonico Pereira como o malandro Ascânio de "A Regra do Jogo"

    Tonico Pereira como o malandro Ascânio de “A Regra do Jogo”

Defeitos não faltam em Ascânio, papel de Tonico Pereira em “A Regra do Jogo”. Mas são justamente as falhas do malandro, somadas ao carisma do intérprete que fazem do malandro um dos destaques da novela de João Emanuel Carneiro.

“Gosto de fazer personagens bem brasileiros, e isso traz uma identificação muito imediata com o povão e com todo mundo que assiste. Antes de tudo ele é movido pela necessidade de sobrevivência. Então esse julgamento moralista que poderia ter não existe. Como ator, tento usar uma linguagem tragicômica, que eu considero a linguagem do ser humano. Ascânio é tragicômico como eu sou, como todo ser humano é. Somos risíveis e ao mesmo tempo fazemos chorar”, analisa o ator de 67 anos.

Parceiro de Romero (Alexandre Nero) em muitas tramoias desde o início da trama, Ascânio caiu no gosto popular mesmo como o “velho” pisado sem dó por Atena (Giovanna Antonelli), a loira que se tornou alvo de sua paixão. O interesse amoroso, aliás, foi uma das diversas contribuições que o ator acrescentou ao perfil do personagem.

“Nem sei se é bom falar disso porque o autor pode ficar puto (risos). Mas ele aproveitou. Tem várias coisas de texto que eu coloco, outro dia a chamei de ‘cascavel do chocalho roxo’. Dou uma copidescada no texto. Geralmente quem escreve tem uma visão mais literária da obra, a gente tem a visão mais prática da transmissão. Se não for assim, a gente vira apenas repetidor, não é criador”, diz ele, que costuma imprimir sua assinatura em cada trabalho.

“Quando fiz o Zé Carneiro (na primeira versão do ‘Sítio do Picapau Amarelo’), assinei com a Globo por dois meses, mas fiquei oito anos. Em ‘A Grande Família’, fiz uma participação especial e fiquei 13 anos e meio. Se eu não tiver essa satisfação eu não conseguiria fazer”, explica.

Das cenas entre Atena e Ascânio foi um pulo para Giovanna se tornar grande parceira de cena – fato que a atriz faz questão de mencionar em todas as entrevistas. “Ela é uma pessoa linda, preocupada comigo, me leva para médico, cuida de mim”, diz o ator. que após a novela vai dirigir um musical sobre Mussum ao lado da mulher, Marina Salomon.

A matéria "Ascânio é tragicômico como eu e como todo ser humano", diz Tonico Pereira foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/03/07/ascanio-e-tragicomico-como-eu-e-como-todo-ser-humano-diz-tonico-pereira.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/ascanio-e-tragicomico-como-eu-e-como-todo-ser-humano-diz-tonico-pereira/