«

»

ago 24

Imprimir Post

Ator que vive gay em novela de época perde seguidores e culpa homofobia

Confira as principais fofocas globais, Ator que vive gay em novela de época perde seguidores e culpa homofobia veja todos os detalhes aqui.

Juliano Laham começou com uma participação pequena em “Orgulho e Paixão”, mas viu seu papel crescer significativamente após a revelação de que seu personagem, Luccino, é homossexual. A trama comoveu o público e promoveu um dos casais mais queridos da novela – ele faz par com Pedro Henrique Müller, que interpreta Otávio.

O tema também provocou reações contrárias e comentários homofóbicos, segundo o ator, que diz não se importar. “Tenho perdido muitos seguidores depois que o personagem começou a contar essa história e estou super tranquilo. Acho que essas pessoas que não têm amor ao próximo, não conseguem enxergar o amor entre duas pessoas do mesmo sexo. Para mim não acrescentam em nada. Quero pessoas que apoiam. No Twitter, por exemplo, as pessoas ficam doidas com esses personagens”, relata Laham ao UOL.

Apesar de se tratar de uma obra de época, a abordagem do tema tem sido muito contemporânea. O ator traça um paralelo de como o tema ainda suscita discriminação, décadas depois da época em que a novela é ambientada (1910).

“É engraçado que cada ano que passa a medicina avança, a tecnologia avança, mas por que o preconceito não para? A homofobia ainda existe, e isso é muito ridículo. Uma forma de a gente poder tentar acabar com essa babaquice é educando. Seja tentando transmitir isso numa novela ou qualquer outra obra, mas pensado como uma [forma de] educação”.

Laham ressalta como a novela de Marcos Bernstein retrata o assunto de forma delicada e diz que foi descobrindo as nuances da história junto ao personagem.

“Logo no início, no momento de preparação, eu comecei a perceber que o Luccino era um cara sensível e diferente dos irmãos, mais conservador, que não fala muito sobre seus relacionamentos. Só ao decorrer da história, comecei a perceber que os autores estavam levando para outros caminhos e fui construindo. Fomos descobrindo juntos, isso foi muito bacana”, conta.

E assim como tem se deparado com os “haters”, o ator também tem recebido mensagens de carinho do público. “Faço a novela para quem está assistindo e as pessoas se sentem representadas, isso é muito legal. Vejo várias mensagens nas redes sociais de pessoas que já passaram por essa situação e [outras] que não passaram, mas que vão enfrentar a família e falam: ‘Seu personagem está me fazendo pensar diferente, vou contar para a minha família’”.

Amor e rejeição

Reprodução/Globo
Ernesto conforta Luccino em “Orgulho e Paixão” Imagem: Reprodução/Globo

Duas cenas fortes marcam a saída do armário de Luccino na trama. A primeira, exibida na semana passada, mostrou o momento no qual o personagem contou ao irmão, Ernesto (Rodrigo Simas), que é gay, e se emocionou ao ser apoiado por ele. Nesta semana, a novela mostrará o sofrimento do rapaz que, após ser flagrado pelo pai quase beijando o amado, será expulso de casa e sofrerá também a rejeição da mãe.

O ator conta que experimentou tanto a alegria da aceitação do irmão, quanto o sofrimento com a rejeição dos pais, em especial da mãe, de quem era mais próximo. “É uma sensação de punição, são os seus pais te rejeitando, um baque muito forte”, emociona-se Laham, que diz ter ficado mais empenhado na luta contra o preconceito a pessoas gays por conta da novela.

“A gente nunca sabe de fato o sentimento que se passa em cada um. O cara pode ser um grande amigo meu, mas eu não sei o que se passa dentro dele. Fui me dando conta que é uma dor imensurável. O que mudou pra mim é hoje poder enxergar ainda mais aquela pessoa e buscar defendê-la”.

Estreia no “BBB”

Divulgação
Juliano Laham estreou na Globo no “BBB” e emendou papéis de destaque Imagem: Divulgação

Juliano Laham estreou discretamente no “BBB 16” como um falso libanês que mexeu com os ânimos da casa. Depois de cativar o público, foi convidado para “Malhação – Pro Dia Nascer Feliz” (2016), onde viveu o lutador Rômulo, um dos protagonistas da temporada.

Em seu papel de maior destaque na TV, ele diz que prefere manter os pés no chão. “Estou dando um passo de cada vez, busco viver o momento da melhor forma possível. Acho que o grande barato do ator é passar mensagens para quem está assistindo. Fico feliz de ter tido a oportunidade de fazer personagens interessantes, com uma história em que grande parte do público se identifica. Estou muito feliz”.

A matéria Ator que vive gay em novela de época perde seguidores e culpa homofobia foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/08/24/ator-que-vive-gay-em-novela-de-epoca-perde-seguidores-e-culpa-homofobia.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/ator-que-vive-gay-em-novela-de-epoca-perde-seguidores-e-culpa-homofobia/