«

»

mar 11

Imprimir Post

"Band pagou a multa", diz Dan Stulbach sobre fim do contrato

Confira as principais fofocas globais, "Band pagou a multa", diz Dan Stulbach sobre fim do contrato veja todos os detalhes aqui.

  • Miguel Arcanjo Prado /UOL

    Dan Stulbach no Teatro do Masp, em São Paulo

    Dan Stulbach no Teatro do Masp, em São Paulo

O ator Dan Stulbach assinou nesta quinta (10) a rescisão de seu contrato com a Band, onde apresentou o programa “CQC” entre março e dezembro de 2015, quando a atração foi extinta pela emissora do Morumbi.

“Assinei a rescisão há poucas horas”, disse ele ao UOL, após apresentar na noite desta quinta-feira (10) a comédia política “Morte Acidental de Um Anarquista” no Teatro do Masp, em São Paulo, onde fica em cartaz até 28 de abril.

Assim que o espetáculo acabou, Stulbach recebeu com exclusividade a reportagem na plateia do teatro. “Rescindi hoje [com a Band]. A gente vinha negociando isso há muito tempo. Saí tranquilo com o Diego Guebel [diretor artístico da Band] e com todo mundo lá. Agora, não tenho exclusividade com nenhum canal de televisão”, informou.

Sem revelar valores, Stulbach contou que “a Band pagou a multa rescisória”. Questionado se já é sondado pela Globo, o ator disse que, por enquanto, não há nada concreto, mas lembrou que é querido por muita gente na emissora carioca.

“Deixei muitos amigos na Globo. A Maria Adelaide Amaral [novelista da emissora] é minha amiga e veio ver minha peça. O cinema está me chamando muito este ano. Agora mesmo nesta sexta pela manhã estou indo para o Rio rodar o filme do Jayme Monjardim, que também é da Globo, ‘O Vendedor de Sonhos’. Também fiz uma participação no novo filme do Renato Aragão [‘Os Saltimbancos Trapalhões 2 – Rumo a Hollywood’], outro artista da Globo”.

“Não me arrependo”

Stulbach afirmou que não se arrepende de ter deixado a Globo e ido para a Band.

“Eu mudei porque entendi que tenho de ser dono de mim mesmo, fazer as coisas que tivessem a ver comigo”, analisou.

Em sua visão, a experiência no “CQC” foi válida. “Aprendi muito no ‘CQC’. Minhas opiniões no programa vinham de maneira livre, não havia roteiro ou teleprompter [aparelho que passa o texto para os apresentadores]. O ‘CQC’ para mim foi um aprendizado de elaboração de pensamento, de ritmo, de me relacionar com o público. Não me arrependo”, disse.

A reportagem perguntou, caso fosse novamente convidado, se toparia substituir outra vez as férias de Fátima Bernardes, no matutino “Encontro com Fátima Bernardes”, o que ele já fez com sucesso na Globo.

“Eu adoro a Fátima. Mas até tenho medo desse tipo de pergunta, porque outro dia me perguntaram se eu toparia fazer um programa como o do Jô Soares, eu disse que sim, e aí soltaram a manchete: ‘Adoraria substituir o Jô, diz Dan Stulbach’. Então, é melhor ir com calma. O que eu digo é que adoro a Fátima e tenho uma ótima relação com o Boninho [diretor do ‘Encontro’]”, declarou.

Rádio, esporte e teatro

Enquanto não define seu futuro na TV aberta, Stulbach continua com seu programa de rádio, “Fim de Expediente”, que é sucesso há uma década na CBN.

“Eu adoro fazer. Encontro os amigos, os convidados. Em abril vamos completar dez anos e vamos fazer o programa daqui do Masp”, adiantou.

“Também continuo no ‘Bola da Vez’, na ESPN”, disse, sobre a atração na qual entrevista personalidades esportivas.

A matéria "Band pagou a multa", diz Dan Stulbach sobre fim do contrato foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/03/11/band-pagou-a-multa-diz-dan-stulbach-sobre-fim-do-contrato.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/band-pagou-a-multa-diz-dan-stulbach-sobre-fim-do-contrato/