«

»

mar 19

Imprimir Post

Com apoio de bispo, Igreja Universal rompe com governo Dilma

Confira as principais fofocas globais, Com apoio de bispo, Igreja Universal rompe com governo Dilma veja todos os detalhes aqui.

  • Fiesc

    Ministro George Hilton (à esq.), indicado pelo PRB (e pela Igreja Universal) para o Ministério dos Esportes, preferiu deixar o partido a largar o cargo no governo

    Ministro George Hilton (à esq.), indicado pelo PRB (e pela Igreja Universal) para o Ministério dos Esportes, preferiu deixar o partido a largar o cargo no governo

A saída do PRB (Partido Republicano Brasileiro) da base aliada do governo Dilma Rousseff, anunciada oficialmente anteontem, significa também o fim do apoio da Igreja Universal ao governo petista.

Segundo esta coluna apurou, o rompimento se deu com o aval do próprio Edir Macedo, líder da Universal. Embora se preocupe mais com a evangelização e evite se imiscuir em assuntos tanto da TV como da política, o bispo estaria “farto” dos escândalos e da corrupção envolvendo o PT, disse uma fonte da igreja a esta coluna, na noite desta sexta, pedindo anonimato.

Desde 2002, quando Lula foi eleito, a igreja de Macedo sempre adotou uma atitude de completo apoio aos governos petistas. Em 2003, quando o embrião do PRB surgiu, o partido rapidamente se integrou à base do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em 2005 recebeu o registro definitivo, ainda como PMR (Partido Municipalista Renovador), tendo entre seus fundadores o ex-vice presidente José de Alencar (1931-2011). No ano seguinte, passou a se denominar PRB.

O chamado “partido da Universal” chegou a ter cargos em segundo escalão no governo Lula, mas foi alçado ao primeiro escalão em 2012, quando Marcelo Crivella, sobrinho de Macedo, foi nomeado ministro da Pesca. À época, ele ironizou a própria escolha afirmando que não entendia “nada de pesca”.

Crivella ficou no cargo até 2014, quando foi substituído por Eduardo Lopes (PRB-RJ). Em janeiro de 2015, quem assumiu foi George Hilton, que deveria ter entregue o cargo anteontem, por ordem do partido. Hilton, no entanto, preferiu romper com a igreja e o PRB e permanecer no cargo.

Segundo o Censo do IBGE em dados de 2010, a Igreja Universal do Reino de Deus teria à época cerca de 2 milhões de fiéis declarados.

No entanto, há milhões de entrevistados pelo IBGE que se declaram evangélicos, mas não revelam a qual religião pertencem.

Vale dizer que, a despeito do apoio do PRB e da Universal ao governo Dilma, o Jornalismo da Record sempre demonstrou independência e cobriu todos os escândalos governamentais em seus principais telejornais nos últimos anos.

A matéria Com apoio de bispo, Igreja Universal rompe com governo Dilma foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2016/03/18/com-apoio-de-bispo-igreja-universal-rompe-com-governo-dilma.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/com-apoio-de-bispo-igreja-universal-rompe-com-governo-dilma/