«

»

abr 21

Imprimir Post

Comentarista da ESPN americana é demitido após ofensas a transexuais

Confira as principais fofocas globais, Comentarista da ESPN americana é demitido após ofensas a transexuais veja todos os detalhes aqui.

Curt Schilling é ex-jogador de beisebol (Foto: Winslow Townson/AP)

Curt Schilling é ex-jogador de beisebol (Foto: Winslow Townson/AP)

Ex-pitcher de beisebol e um dos principais comentaristas do esporte na ESPN americana, Curt Schilling foi demitido da empresa na última quarta-feira (20), após endossar comentários ofensivos contra transexuais nas redes sociais.

O ex-atleta compartilhou uma publicação que ironizava uma lei estadual da Carolina do Norte que proíbe transexuais de usarem banheiros e vestiários não correspondentes aos seus sexos de nascença. A publicação em questão tinha um homem acima do peso que vestia roupas de mulher e uma peruca. Partes da camiseta estavam cortadas para expor os peitos.

Acompanhando a imagem estava o texto: “Deixe ele entrar no banheiro com sua filha, caso contrário você tem cabeça pequena, é um racista idiota sem amor que precisa morrer”. Junto a isso, Schilling escreveu seu ponto de vista.

“Um homem é um homem não importa o que eles chamem eles mesmos. Eu não ligo para o que eles são, com quem eles dormem. O banheiro masculino foi feito para o pênis, o feminino não. Agora você precisa de leis falando o contrário? Patético”, disse o comentarista.

A empresa não perdeu tempo para reagir, demitindo-o no dia seguinte e emitindo um comunicado explicando a decisão. “ESPN é uma empresa inclusiva. Curt Schilling foi avisado que sua conduta era inaceitável e seu emprego com a ESPN foi encerrado”, justificou.

A matéria Comentarista da ESPN americana é demitido após ofensas a transexuais foi originalmente publicado em http://uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/2016/04/21/comentarista-da-espn-americana-e-demitido-apos-ofensas-a-transexuais/

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/comentarista-da-espn-americana-e-demitido-apos-ofensas-a-transexuais/