«

»

abr 25

Imprimir Post

Game of Thrones retorna devagar, mas com muitas revelações

Confira as principais fofocas globais, Game of Thrones retorna devagar, mas com muitas revelações veja todos os detalhes aqui.

Um dos grandes problemas de Game of Thrones é o número de personagens que a série precisa acompanhar nos 60 minutos semanais de suas curtas temporadas. São inúmeros núcleos que contém uma imensa variedade de rostos e nomes diferentes que precisam ter suas histórias contadas. “The Red Woman”, o episódio de estreia da sexta temporada da série, precisa não só relembrar os fãs do que havia acontecido no ano anterior como também estabelecer o tom do que vem por aí. O capítulo aborda sete diferentes núcleos além de explorar as tramas de alguns personagens dentro de cada um deles.

Apesar da mais aguardada revelação da temporada ser a possível ressuscitação de Jon Snow (Kit Harrington), a história precisa tocar em outros pontos de interesse e gasta pouco tempo na Muralha, mas estabelece que Sor Davos (Liam Cunningham) e Melisandre (Carice van Houten) estão ali para ajudar. Para a Mulher Vermelha, que dá título ao episódio, alguma coisa mexeu com a ordem natural das coisas – afinal, ela o viu no fogo, lutando em Winterfell. A Muralha é o único núcleo que vemos duas vezes no episódio e por um bom motivo: algo está abalando a fé de Melisandre no Deus Vermelho e a cena final do episódio estabelece bem que ela deve tomar uma atitude em breve sobre isso. Seu Deus precisa se provar novamente.

‘);
$ad_galeria.html(
“”
);
return $ad_galeria;
}

Alguns outros núcleos apenas estabelecem onde estamos com relação a alguns queridos personagens: em Winterfell, Sansa (Sophie Turner) e Theon (Alfie Allen) se unem definitivamente a Brienne (Gwendoline Christie), que se prova à dupla em um momento de perigo; Cersei (Lena Headey) recebe Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) e o corpo de sua filha Myrcella (Nell Tiger Free) de volta a Porto Real enquanto Margaery (Natalie Dormer) sofre nas masmorras; em Meereen, Tyrion (Peter Dinklage) e Varys (Conleth Hill) avaliam o dano que a partida repentina de Daenerys (Emilia Clarke) causou ao local; e enquanto Sor Jorah (Iain Glen) e Daario Naharis (Michiel Huisman) buscam pela Mãe dos Dragões, ela está no Mar Dothraki sendo apresentada ao novo Khal, Moro (Joseph Naufahu); por fim, Arya (Maisie Williams) precisa aprender a viver com sua cegueira em Bravos.

Dorne foi o outro núcleo que caminhou na história. A revolta de Ellaria Sand (Indira Varma) contra o rei põe os Martell na corrida pelo trono, deixando claro que ela já não aguenta mais o coração mole da família. Foram necessários dois assassinatos, Elia e Oberyn, e mesmo assim Doran Martell (Alexander Sidding) aguentava os ataques calado – mas Ellaria decide que chegou a hora da família se estabelecer e lutar por suas perdas, assassinando o então rei e seus conselheiros. As Serpentes de Areia, então, seguem as ordens da mãe e seguem para dar fim também ao seu filho Trystane (Toby Sebastian), tomando para si o governo de Dorne.

Nos próximos episódios, Game of Thrones deve seguir num caminho diferente do episódio de estreia e focar mais em tramas específicas, dando profundidade aos dramas que ainda precisam ser explorados. Ficou de fora do episódio de estreia Bran (Isaac Hempstead Wright) e o Corvo de Três Olhos (Max von Sydow), que devem ter um importante papel nos próximos episódios mostrando importantes flashbacks que revelarão muito sobre a história da série – possivelmente a tão aguardada origem de Jon Snow. Sem os livros para se basear, o sexto ano da série ainda tem muita surpresa pela frente.

A sexta temporada de Game of Thrones é exibida semanalmente aos domingos, 22h, pela HBO.

Leia mais sobre Game of Thrones

A matéria Game of Thrones retorna devagar, mas com muitas revelações foi originalmente publicado em http://omelete.uol.com.br/series-tv/artigo/game-of-thrones-retorna-devagar-mas-com-muitas-revelacoes/

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/game-of-thrones-retorna-devagar-mas-com-muitas-revelacoes/