«

»

out 23

Imprimir Post

Mãe de Evandro Santo relembra fuga de casa aos 14 e luta contra o vício

Confira as principais fofocas globais, Mãe de Evandro Santo relembra fuga de casa aos 14 e luta contra o vício veja todos os detalhes aqui.

Aos 14 anos, Evandro Santo já dizia para a mãe que nasceu para voar. Precoce, ele fugiu de casa na adolescência e foi direto para São Paulo em busca dos seus sonhos. “Ele dizia para mim: ‘Mãe, não se apegue muito não porque um dia eu vou voar’. Aí ele fugiu de casa, entrei em pânico, fui na polícia, depois ele entrou em contato comigo, disse que se eu fosse atrás, ele ia mais longe. Foi quando ele me avisou estava em um pensionato”, contou Helena Santos ao UOL.

O humorista de 43 anos, ex-Pânico e atual participante de “A Fazenda”, começou a trabalhar aos 11 anos em Uberaba (MG) em uma loja de sapatos, e logo conseguiu se virar na cidade.

“Rapidinho ele arrumou o jeito dele, ele tem sorte com emprego… Criei o Evandro sozinha, era muita dificuldade, mas ele me ajudava. Era tudo contadinho, dava pra pagar as contas e comer, não tinha dinheiro para luxo. O Evandro sempre foi batalhador, sempre correu atrás. Tenho muito orgulho dele”, diz a mãe, de 62 anos.

Helena ficou sem ver o filho durante 21 anos e conta que aceitou bem quando ele revelou sua sexualidade. Foi o padrasto quem teve dificuldades para lidar com o assunto.

“Ele morava comigo na época, então o padrasto não aceitou muito, não. Nunca tive preconceito de nada, aceitei de boa, nunca critiquei ele, cada um escolhe seu caminho. O padrasto era aqueles homens machistas e não aceitava”, diz ela, que garante que esse não foi o motivo de ter brigado com o filho.

“Já tem quase uns dez anos que a gente está de boa. Eu tenho um gênio muito forte, ele também, me puxou em tudo, tivemos uma desavença, mas graças a Deus está tudo bem”, diz.

Em 2010, no entanto, o “Pânico” promoveu o reencontro de Evandro com Helena, depois de duas décadas afastados. Um dos motivos da briga, segundo o humorista disse na época ao programa, foi por conta da sexualidade dele e por ela nunca ter dito quem era seu pai.

“Com 14 anos, estava no ápice da viadice… A gente discutiu e ela falou: ‘Ou vira homem ou então tchau, eu falei tchau e saí de casa'”, disse ele.

Arquivo Pessoal
Evandro Santo e a mãe, Helena Imagem: Arquivo Pessoal

Logo após o reencontro, o “Pânico” criou o quadro “O Nome do Pai”, na tentativa de conhecê-lo, mas acabou desistindo da ideia.

“Ele não encontrou o pai dele, eu não disse o nome, não quis dizer. Falei para ele esquecer essa história, que é muito triste e eu não queria lembrar. Ele esqueceu e não tocou mais no assunto”, conta Helena.

Ao “Pânico”, ela lembrou que engravidou do filho aos 17 anos e tentou buscar ajuda com o pai dele na época. “Ele pegou o dinheiro e jogou na minha cara e falou: ‘Tira porque eu não quero’. Dei à luz e o Evandro estava desnutrido, magrinho e eu também.”

Sucesso no “Pânico” com o personagem Christian Pior, Evandro começou no programa em 2007 e enfrentou problemas com drogas. Em 2014, conforme disse na “Fazenda”, ele precisou se afastar do humorístico para se internar. Em conversa com Gabi e João, ele contou que usava ecstasy e anfetamina.

“O Emílio [Surita] foi um pai para ele, foi maravilhoso, deu muito conselho… Ele quis se internar e os amigos também apoiaram. Já tinha presenciado ele sob efeito de drogas, é muito triste, ele ficava falando muito. Eu percebia que ele estava alterado”, lembra Helena.

“Eu ia muito a São Paulo na época. Acho que [o vício] foi por causa de estresse e cobrança, a vida dele era muito corrida, tinha teatro, rádio, ‘Pânico’, então ele ficou muito estressado. Ele nunca quis falar que drogas usou”, completa.

Reprodução/Instagram
Em fevereiro, Evandro postou uma mensagem para Emilio Surita: “Obrigado, mestre por estes 11 anos de pura emoção, trabalho, ensinamentos, generosidade e parceria!” Imagem: Reprodução/Instagram

Em Uberaba com a mãe

Por enquanto, Helena tem gostado da participação do filho na “Fazenda” e admite que tem dormido poucas horas por dia para assisti-lo. “Tem muita briga, a gente fica tensa assistindo, é muita bagunça, aí a gente fica estressada.”

“O Evandro fala aquilo que pensa, mas ele nunca foi uma pessoa de briga, acho que ele está bem demais”, opina.

Pouco antes de ficar confinado, Evandro esteve em Uberaba para matar as saudades da mãe.

“Uma semana antes da ‘Fazenda’, ele veio para cá descansar. A gente que é mãe, a gente dá conselho, conversei muito com ele. Ele está jogando bem, agora entreguei nas mãos de Deus. Ele vai dar para ele o que merece.”

A matéria Mãe de Evandro Santo relembra fuga de casa aos 14 e luta contra o vício foi originalmente publicado em https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/10/23/mae-de-evandro-santo-relembra-quando-ele-fugiu-de-casa-e-luta-contra-drogas.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/mae-de-evandro-santo-relembra-fuga-de-casa-aos-14-e-luta-contra-o-vicio/