«

»

set 09

Imprimir Post

Roni Rios, que faria 80 anos, queria ser mais do que a Velha Surda

Confira as principais fofocas globais, Roni Rios, que faria 80 anos, queria ser mais do que a Velha Surda veja todos os detalhes aqui.

  • Divulgação/SBT

    Roni Rios no quadro "Velha Surda", na "A Praça é Nossa"

    Roni Rios no quadro “Velha Surda”, na “A Praça é Nossa”

“Apolôôôônio!”. Esse era o grito que se escutava semanalmente, nos anos 1980, no programa “A Praça é Nossa”, dado por um dos personagens mais marcantes dos humorísticos da televisão brasileira. Tanto que, em abril, a equipe do programa “Tá no Ar” tratou de homenagear a Velha Surda, que provocava gargalhadas ao entender tudo errado o que as pessoas diziam, a ponto de levá-las a irritação.

Nessa ocasião, o ator Marcius Melhem teve a oportunidade de interpretar por uma vez a senhora Bizantina Scatamáfia Pinto, a famosa criação do humorista Roni Rios, cujo nome de batismo era Ronald Leite Rios e que nesta sexta-feira, 9 de setembro, completaria 80 anos, caso não tivesse falecido em São Paulo, em 16 de maio de 2011, aos 64 anos, vítima de um câncer linfático. 

“Foi uma surpresa para mim e me tocou muito as homenagens que fizeram a ele neste ano, caso do programa do Marcelo Adnet e do ‘Vídeo Show’. Então teve uma chuva de lembranças a respeito dele que me deixou extremamente contente, porque era algo que eu sentia falta, pois ele fazia um personagem que representa um programa que está há tantos anos no ar e que o Carlos Alberto (da Nóbrega) faz com tanto amor”, festeja o filho Cassiano Rios. 

A Velha Surda surgiu em 1956, no programa “Praça da Alegria”, comandado por Manoel da Nóbrega nas TVs Rio, Tupi e Record. Na década seguinte, ele foi para a TV Globo, onde participou dos humorísticos “Balança Mas Não Cai”, “Deu a Louca no Show” e “Apertura”, e permaneceu até 1981, quando foi contratado pela TVS (atual SBT), atuando no “Reabertura”, remontagem de “Apertura”. Em 1987, nova mudança, com uma rápida passagem pela “Praça Brasil”, da TV Bandeirantes, até voltar para o SBT, encontrando seu lugar no banco de “A Praça é Nossa”, apresentado pelo filho de Manoel, Carlos Alberto, onde esteve por 14 anos.

Porém, o que pouca gente sabe é que Roni Rios possuía vários outros personagens e lamentava o fato de ter ficado muito estigmatizado como a Velha Surda. “Ele comentava isso sim, mas era muito mais pela quantidade de comentários a respeito da Velha do que de não lembrarem dos outros personagens. Com o passar do tempo, as pessoas foram conhecendo os outros personagens também e não era nada que atrapalhava o dia a dia dele. Era apenas um comentário”, assegura Cassiano. Entre as criações dele, estavam Philadelpho, um velho gagá que dava em cima das mulheres, e Seu Explicadinho, cujo bordão era “nos mínimos detalhes”.

A matéria Roni Rios, que faria 80 anos, queria ser mais do que a Velha Surda foi originalmente publicado em http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2016/09/09/roni-rios-que-faria-80-anos-queria-ser-mais-do-que-a-velha-surda.htm

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/roni-rios-que-faria-80-anos-queria-ser-mais-do-que-a-velha-surda/