«

»

fev 14

Imprimir Post

Vinyl | "O mais difícil era acordar cedo", diz James Jagger, filho de Mick Jagger

Confira as principais fofocas globais, Vinyl | "O mais difícil era acordar cedo", diz James Jagger, filho de Mick Jagger veja todos os detalhes aqui.

Vinyl, a nova série da HBO produzida por Martin Scorsese, terá dois personagens que simbolizam mudanças e revolta. Em uma história cheia de drogas, sexo e música, James Jagger, filho de Mick Jagger, e Juno Temple (Aliança do Crime), vivem os prodígios Kip e Jamie, jovens que lidam com mudanças em dois contextos distintos: a indústria fonográfica e a força das mulheres. Em um papo com o Omelete, os dois atores falaram sobre estes temas que, ao lado da trilha sonora, devem ser os maiores chamarizes do programa produzido por Jagger, Scorsese e escrito por Terence Winter, de Boardwalk Empire.

Jamie, minha personagem, foi incrível de fazer pois os anos 70 foi uma época complicada para ser mulher devido à sociedade, que era bem machista. Apesar disso, o aborto foi legalizado, a sexualidade era cada vez mais aceita e as mulheres conseguiram uma liberdade inédita, o que acabou deixando elas serem mais do que donas de casa. E Jamie é o símbolo disso tudo, de certa maneira. Ela é sexual, ela trabalha muito e pode fazer a diferença na empresa onde está. Por isso eu tive um dos melhores momentos da minha vida ao fazer Vinyl. Eu faria séries assim para sempre“, disse Temple, que não por acaso tem cabelos encaracolados e esvoaçantes como a Jamie de Vinyl. “Sou maluca pela música da década de 70, eu nasci na época errada“, brinca a jovem de 26 anos.

E esse “girl power” de Jamie, como a própria atriz insistia em falar na entrevista, é cada vez mais presente em Hollywood – mas será que dentro da indústria as coisas mudaram ou é apenas uma discussão superficial? “Eu acho que aconteceram mudanças, mas ainda não há tantos papéis grandes e importantes para mulheres quanto há para homens. Acho que mulheres mais velhas conseguiram um bom espaço, algo que não havia antes, mas há muito o que mudar. É uma luta que ainda temos que insistir muito, apesar das mudanças positivas dos últimos anos“, disse.

Na série, a personagem trabalha ao lado de Richie Finestra, o protagonista vivido por Bobby Cannavale, dono da gravadora American Century. Ela é quem encontra a Nasty Bites, banda que promete revolucionar o cenário musical americano. Na liderança do grupo está Kip Stevens, o músico intepretado por James Jagger – e assim como Jamie, ele representa várias vertentes da indústria fonográfica daquela época.

Ele é meio que um veterano das noites que lutou muito e passou por diversas bandas até chegar ao estrelato – ele acaba sendo um cara moldado pela indústria que chega a ficar irreconhecível. Isso é algo que acontecia muito e acontece até hoje“, disse Jagger. Se existe alguma semelhança entre Stevens e seu pai? O ator foi taxativo ao responder. Talvez a única semelhança seja a batalha para se manter no negócio da música e ser relevante. Os Rolling Stones foram um sucesso repentino, é bem diferente“, contou.

Sobre as filmagens, Jagger disse que enfrentou algumas dificuldades que nunca esperava passar. “Para mim, uma das coisas mais difíceis foi conseguir tocar a atuar ao mesmo tempo. Eu só conseguia, de verdade, ou tocar ou atuar. Não me sentia bem tendo que interpretar quando estava na guitarra – eu precisava de concentração para tocar. Foi bem difícil, mas chegou um momento que eu consegui. De resto, o mais difícil era acordar cedo para gravar. Isso foi bem complicado“, falou o ator aos risos.

Temple, apesar dos 26 anos, já trabalhou com nomes como William Friedkin e Christopher Nolan, e agora adicionou Martin Scorsese ao currículo. “É incrível você trabalhar com esses caras e ver a liberdade que eles dão para os atores, ao mesmo tempo que conseguem organizar e controlar (no bom sentido) tudo que está em volta. Eu consegui ganhar montanhas e montanhas de experiência com todos esses caras. Sou uma sortuda, de fato“, contou.

Vinyl vai acompanhar Richie (Cannavale), um executivo movido a cocaína da indústria musical de Nova York em 1977, quando o punk, o disco e o hip hop colidiram. Olivia Wilde vive a esposa de Richie, enquanto Ray Romano interpreta um de seus sócios. Completam o elenco Juno TempleAndrew “Dice” ClayAto EssandohMax CasellaJack QuaidBirgitte SorensonP.J. ByrneJ.C. MacKenzieBo DietelArmen GaryRobert Funaro e Joe Caniano.

Mick Jagger também está envolvido na produção. Scorsese, que sempre usa Rolling Stones em suas trilhas e já documentou shows da banda em The Rolling Stones – Shine a Light, dirigiu o piloto. Winter, Scorsese e Jagger serão os produtores-executivos. A série estreia em 14 de fevereiro simultaneamente nos EUA e Brasil.

Leia mais sobre Vinyl

A matéria Vinyl | "O mais difícil era acordar cedo", diz James Jagger, filho de Mick Jagger foi originalmente publicado em http://omelete.uol.com.br/series-tv/noticia/vinyl-o-mais-dificil-era-acordar-cedo-diz-james-jagger-filho-de-mick-jagger/

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/produtos/vinyl-o-mais-dificil-era-acordar-cedo-diz-james-jagger-filho-de-mick-jagger/