«

»

mar 16

Imprimir Post

Os 5 melhores tratamentos para queda de cabelo

Dicas de como cuidar da saúde, Os 5 melhores tratamentos para queda de cabelo confira todos os detalhes aqui.

Atualmente, existem inúmeros tratamentos para queda de cabelo no mercado, um problema que afeta milhares de pessoas no mundo inteiro. Porém, é importante, primeiro, identificar as causas do problema, só assim é possível diferenciá-la da calvície.

É extremamente normal perder alguns fios de cabelo diariamente (cerca de 100 a 150 fios), no entanto é considerada como queda excessiva, quando nota-se a perda de mais de 150 fios por dia, podendo ser notada ao lavar os cabelos, na hora de penteá-lo ou na fronha do travesseiro ao acordar.

Veja Também:

O que provoca a queda de cabelo?

A queda de cabelo pode ocorrer por vários motivos, sendo os principais:

  • Alterações hormonais: alguns hormônios, quando estão em desequilíbrio no organismo podem provocar a queda excessiva dos fios;
  • Ansiedade e estresse: a ansiedade e o estresse elevam os níveis de adrenalina e cortisona no organismo, que impedem o crescimento dos cabelos. Traumas recentes ou alguma coisa que elevou seu nível de estresse e ansiedade pode acabar provocando a queda excessiva dos fios;
  • Deficiência nutricional: alimentar-se bem é essencial para manutenção da saúde dos cabelos. Acontece que, o couro cabeludo é altamente irrigado pela circulação sanguínea e, os nutrientes transportados pelo sangue, são absorvidos pelos fios. Vários desses nutrientes (proteínas, lipídeos, zinco, ferro e água) fazem parte da composição dos fios, por isso, a deficiência desses nutrientes podem retardar o crescimento e acelerar a queda dos cabelos.
  • Anemia: a anemia causada pela deficiência de ferro no organismo pode provocar a queda de cabelo, já que o ferro é um nutriente que auxilia na oxigenação dos tecidos, dentre eles, o couro cabeludo.
  • Infecção por fungos: a infecção por fungos do couro cabeludo, pode provocar a queda dos cabelos;
  • Causas genéticas: a queda de cabelo pode ter motivos hereditários, podendo ser herdada dos pais;
  • Uso de medicamentos: alguns medicamentos podem favorecer a queda de cabelo, dentre eles os medicamentos para combater o câncer, a heparina, varfarina, isotretinoína, betabloqueadores, lítio, propiltiouracila, carbimazol, anfetaminas, colchicina, acitretina, amiodarona, antibióticos (gentamicina, penicilina).
  • Pós-parto: após o parto acontece uma diminuição do nível hormonal, que pode provocar a queda dos cabelos;
  • Fumar: estudos mostraram que a nicotina é capaz de reduzir o diâmetro dos vasos sanguíneos periféricos, diminuindo a irrigação sanguínea no couro cabeludo. Isso impede a absorção dos nutrientes essenciais para manutenção dos fios, levando a queda;
  • Algumas doenças: doenças como, por exemplo, o hipertireoidismo, hipotireoidismo, alopécia areata e o lúpus;
  • Agredir os fios: Fazer uso de produtos químicos e prender o cabelo muito rente ao couro cabeludo, pode danificar os fios e provocar a queda.

Veja Também:

1 – Medicamentos de tratamento para queda de cabelo

Minoxidil 5%

O minoxidil é um medicamento com ação vasodilatadora que, no passado, era utilizado como tratamento da hipertensão. Porém, com o passar do tempo, descobriu-se que o uso do minoxidil tinha como um dos principais efeitos colaterais a estimulação do crescimento dos cabelos.

Nas primeiras semanas tratamento para queda de cabelo com Minoxidil, você pode notar um aumento da queda, mas não se desespere! Acontece que, ocorre uma renovação no ciclo de crescimento dos fios. Os fios mais “velhos” caem, permitindo que fios mais “novos, fortes e grossos ocupem seu lugar.

Veja Também:

Como o Minoxidil age?

Sua ação vasodilatadora melhora a circulação periférica do couro cabeludo, aumentando o aporte de nutrientes para o folículo piloso e age:

  • Tratando a queda de cabelo;
  • Estimulando o crescimento dos cabelos e pelos do corpo;
  • Engrossando pelos finos e ralos;
  • Fortalecendo os fios mais frágeis.

Como usar o Minoxidil?

No tratamento para queda de cabelo, deve-se aplicar, aproximadamente, 1ml duas vezes ao dia, com 12 horas de intervalo entre uma aplicação e outra. O Minoxidil deve ser aplicado no couro cabeludo seco, seguido de uma massagem suave, para que o produto seja melhor absorvido.

Quais as contraindicações do Minoxidil?

O Minoxidil é contraindicado para pacientes com histórico de hipersensibilidade ao Minoxidil ou a qualquer componente da fórmula.

Veja Também:

Pill Food Turbinado

Pill Food é um complexo vitamínico para cabelos, pele e unhas. É composto por vitaminas, proteínas, minerais e aminoácidos indispensáveis para a formação do folículo capilar.

É importante frisar que o Pill Food não engorda, sendo extremamente seguro para o tratamento da queda de cabelo, fortalecendo e impedindo a quebra espontânea dos fios.

Como o Pill Food age?

O Pill Food age suprindo a deficiência nutricional, fornecendo os nutrientes necessários para que os fios cresçam fortes e saudáveis:

  • Evita a queda de cabelo;
  • Fortalece os fios mais frágeis;
  • Estimula o crescimento dos cabelos;
  • Fortalece as unhas;
  • Melhora o viço da pele.

Quais as contraindicações do Pill Food Turbinado?

É contraindicado para pessoas que já fazem uso de algum complexo vitamínico ou em caso de hipersensibilidade a algum componente da fórmula.

ATENÇÃO: Antes de iniciar algum dos medicamentos, de tratamentos para queda de cabelo, apresentados acima, é recomendado consultar um dermatologista, só ele poderá determinar as causas do problema e avaliar o seu caso, em específico.

Veja Também:

2 – Shampoos para queda de cabelos

Apesar de serem apenas cosméticos e não contarem com níveis de absorção capazes de interferir em nosso organismo, alguns médicos dermatologistas prescrevem shampoos à base de coco para auxiliar nos tratamentos da queda de cabelo.

Acontece que, o ácido caprílico e o ácido láurico presentes no coco agem impedindo a produção de 5-alfa-redutase, sem causar prejuízos ao organismo.

Entenda… a 5-alfa-redutase é uma enzima que converte a testosterona em um outro hormônio mais potente, o di-hidrotestosterona (DHT). Esse hormônio (DHT) age no interior dos folículos, provocando a morte das células que formam os fios. Os folículos vão se fechando e diminuindo, progressivamente, a produção dos fios.

Outros dermatologistas indicam shampoos anticaspa com o intuito de impedir o progresso da dermatite seborreica no couro cabeludo e, assim, ajudar a reduzir a queda de cabelo.

Veja Também:

3 – Tratamento para queda de cabelo com LED

A terapia com LED tem como função melhorar a irrigação sanguínea na região, sendo também recomendada para o tratamento da seborreia, caspa e herpes zoster (cobreiro).

Além de melhorar a circulação na região, o LED possui ação antisséptica, bactericida e imuno-moduladora, que nutre a raiz, reduzindo o estresse no couro cabeludo, prevenindo a queda e estimulando o crescimento capilar.

Veja Também:

4 – Tratamento para queda de cabelo com intradermoterapia

A intradermoterapia capilar, ou MMP (Microinfusão de Medicamentos no Couro Cabeludo), é um dos tratamentos para queda de cabelo, em que é aplicado substâncias ativas no couro cabeludo, através de pequenas agulhas.

O método também ajuda a nutrir os fios por contar com elevadas concentrações de vitaminas e minerais, além de estimular o crescimento capilar. É uma técnica que promete ótimos resultados!

Veja Também:

Como funciona a intradermoterapia?

No tratamento da intradermoterapia é realizado com a aplicação de várias microagulhas que penetram e injetam, superficialmente, no couro cabeludo, pequenas porções do medicamento. Esse medicamento é composto por uma associação de fármacos com ação vasodilatadora, que agem fortalecendo o bulbo capilar e estimulando a produção de colágeno na região aplicada.

É importante frisar que, é extremamente necessário procurar uma assistência médica especializada para realização do tratamento. Isso porque, é comprovado que um tratamento, feito da maneira correta, acompanhado por um profissional qualificado, diminui significativamente os riscos do desenvolvimento de infecções no couro cabeludo, já que se trata de um método invasivo, que requer exposição.

Veja Também:

Quais os benefícios da intradermoterapia?

Um dos principais benefícios do tratamento é sua rápida resposta, já que o medicamento não é metabolizado pelo organismo, se mostra mais eficaz e seletivo, reduzindo significativamente os riscos e possíveis efeitos colaterais.

A intradermoterapia, é um dos tratamentos para queda de cabelo que também se revela bastante eficaz em cabelos que passaram por químicas pesadas, como por exemplo as descolorações e alisamentos. Isso acontece, porque a aplicação local estimula a produção de vitaminas e nutrientes indispensáveis para a formação dos fios.

Os principais benefícios são:

  • Controlar e reduzir a queda capilar;
  • Diminuir a alopecia androgenética;
  • Estimular o crescimento do cabelo, acelerando-o;
  • Estimular a produção de novos fios;
  • Recuperar a estrutura da haste capilar;
  • Encorpa os fios, deixando-os mais densos e com volume.

Qual a duração da intradermoterapia?

A duração do tratamento dependerá do nível de dano aos fios. Também é bom saber que, em casos mais graves, o médico pode aliar às aplicações, um tratamento com medicamentos orais, com o propósito de potencializar os resultados.

Veja Também:

5 – Cuidados para evitar a queda dos cabelos

Existem vários fatores que contribuem para queda de cabelo e, um delas é a falta de cuidado com os fios. Talvez, adotando alguns cuidados você conseguirá reduzir e até impedir a queda excessiva dos fios.

Veja Também:

Mitos sobre a queda de cabelo

Lavar o cabelo todo dia faz o cabelo cair?

Mito! Se você lava os cabelos diariamente e nota alguns fios caindo, saiba que eles não estão se desprendendo da raiz porque você está lavando todos os dias, você apenas está removendo os que já caíram. A queda de cabelo está mais ligada às questões que acontecem no interior no bulbo capilar, do que a motivos externos.

A frequência das lavagens vai depender do tipo de cabelo e da necessidade de cada um, por exemplo, quem tem cabelos muito oleosos e quem pratica exercícios diários deve lavar os cabelos todos os dias. Já quem tem cabelos ressecados, devem evitar a higienização diária.

Veja Também:

Colocar anticoncepcional no shampoo faz o cabelo crescer?

Mito! os compostos presentes na pílula não são absorvidos pelo couro cabeludo, não tendo nenhuma ação no crescimento dos fios.

Cortar o cabelo na lua crescente acelera o crescimento dos fios?

Mito! As fases da lua não influenciam em nada no crescimento dos cabelos. Segundo dermatologistas, para as madeixas crescerem fortes e saudáveis é preciso conquistar isso com uma boa alimentação, cuidados específicos, tratamentos estéticos e vitaminas

Acompanhe nossas publicações no Google Notícias e fique por dentro de tudo sobre os melhores tratamentos para queda de cabelo.

O artigo Os 5 melhores tratamentos para queda de cabelo foi originalmente publicado em https://www.sitedebelezaemoda.com.br/melhores-tratamentos-para-queda-de-cabelo/

Link permanente para este artigo: http://hidracthair.com/saude/os-5-melhores-tratamentos-para-queda-de-cabelo/